Jornal Cometa

UnB recebe título de universidade mais empreendedora do Centro-Oeste

UnB recebe título de universidade mais empreendedora do Centro-Oeste

02 janeiro
10:12 2018

Instituição também conseguiu a oitava posição na classificação nacional em 2017. Ranking foi feito pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores, que avaliou 55 universidades do país.

Instituto Central de Ciências (ICC), da Universidade de Brasília (UnB) (Foto: Andre Borges/Agência Brasília)Instituto Central de Ciências (ICC), da Universidade de Brasília (UnB) (Foto: Andre Borges/Agência Brasília)

A Universidade de Brasília (UnB) alcançou, em 2017, a primeira colocação entre as instituições empreendedoras de ensino superior do Centro-Oeste, segundo o ranking da Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Além de conseguir o melhor desempenho na região, a UnB passou a ocupar, em 2017, a oitava posição na classificação nacional. Em 2016, a universidade estampava a 18ª colocação do ranking.

Para elaborar a lista, foram feitas pesquisas sobre a percepção dos estudantes em relação ao empreendedorismo em suas respectivas instituições. Ao todo, 55 universidades participaram da avaliação, que levou em consideração seis indicadores: inovação, extensão, cultura empreendedora, internacionalização, infraestrutura e capital financeiro.

O diretor do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (CDT) da UnB, Sanderson Barbalho, disse que os resultados de 2017 foram possíveis graças ao envolvimento dos estudantes com as empresas juniores da instituição.

“Fizemos um trabalho intenso com os alunos neste ano, no sentido de fomentar a cultura da inovação.”

Um exemplo do engajamento dos alunos é a empresa júnior AD&M Consultoria Empresarial, ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da UnB. Ela foi destaque nacionalmente em 2016 nas categorias de empresa júnior de alto impacto e de alto rendimento.

empresa júnior AD&M Consultoria Empresarial, ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da UnB (Foto: Beto Monteiro/Secom UnB)empresa júnior AD&M; Consultoria Empresarial, ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da UnB (Foto: Beto Monteiro/Secom UnB)

O reconhecimento foi dado pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Nesse mesmo ano, a organização mapeou e desenvolveu 104 projetos e conseguiu faturar R$474 mil, o que representa a maior arrecadação já alcançada por um projeto estudantil no país.

A estudante Bruna Resende, presidente institucional da AD&M, afirmou que o apoio dos professores e da instituição e o aumento no número de organizações na UnB foram fatores que contribuíram para o desempenho. Em 2016, havia 29 empresas juniores institucionalizadas. Já em 2017, elas alcançaram a marca de 36.

“Isso significa um aumento de universitários fazendo parte do Movimento de Empresas Juniores e o empreendedorismo crescendo na Universidade”, disse a universitária.

De acordo com a jovem, o sucesso da entidade também se reflete na qualidade da UnB. “Quanto maior nosso faturamento, mais recursos temos para investir em educação empreendedora na universidade.”

Veja mais notícias sobre a região no G1 DF.

About Author

jornalcometa

jornalcometa

Related Articles

App Jornal Cometa