Jornal Cometa

Temporal com ventos de 100 km/h causa estragos no Rio; cidade entra em estágio de crise

Temporal com ventos de 100 km/h causa estragos no Rio; cidade entra em estágio de crise

07 fevereiro
10:46 2019
O Centro de Operações da prefeitura do Rio informou que a cidade entrou em estágio de crise às 22h15 desta quarta-feira, 6, diante da forte chuva que cai sobre a capital, com intensas rajadas de vento. A previsão mostra que a tempestade deve continuar acontecendo, com força intensificada nas zonas sul e oeste. A administração municipal recomendou que a população somente se desloque “em caso de extrema necessidade” e alertou que moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros.
O estágio de crise, de acordo com o Centro de Operações, é o terceiro nível em uma escala de três e significa chuva forte a muito forte nas próximas horas, podendo causar alagamentos e deslizamentos. As sirenes da Rocinha e Sítio Pai João foram acionadas às 21h48 e indicam que os moradores desocupem as residências e se encaminhem para os pontos de apoio nas localidades. A Defesa Civil informou ter recebido seis chamados para vistoria em desabamento de estrutura e para uma análise em um imóvel com rachaduras
Continua depois da publicidade

Diante da situação, a prefeitura também recomendou que os motoristas evitem as vias alagadas, assim como alertou a população a evitar contato com postes ou equipamentos que possam estar energizados. “Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199”, detalhou o Centro de Operações.
Rajadas de vento de mais de 100 km/h foram registradas. Na estação Forte de Copacabana, a medição mostrou ventos a 110,1 km/h. Em diversos pontos da cidade, se acumulam ocorrências de quedas de árvore.

About Author

jornalcometa

jornalcometa

Related Articles

App Jornal Cometa