Sobreviventes da queda de avião no Pará são transferidos para hospital de Goiânia e têm estado grave – Jornal Cometa

Jornal Cometa

Sobreviventes da queda de avião no Pará são transferidos para hospital de Goiânia e têm estado grave

Sobreviventes da queda de avião no Pará são transferidos para hospital de Goiânia e têm estado grave

28 julho
08:58 2018

Moradores de Goiânia, eles tiveram grande parte dos corpos queimados. Piloto, criança e idoso morreram no acidente.

Por Paula Resende, G1 GO

Cristiano Rocha e Robson Cintra sobreviveram a queda de avião no Pará  (Foto: Reprodução/Facebook) Cristiano Rocha e Robson Cintra sobreviveram a queda de avião no Pará  (Foto: Reprodução/Facebook)

Cristiano Rocha e Robson Cintra sobreviveram a queda de avião no Pará (Foto: Reprodução/Facebook)

Sobreviventes da queda de um avião no Pará, o piloto Cristiano Felipe Rocha Reis e o empresário Robson Alves Cintra foram transferidos a Goiânia após o acidente. Eles chegaram à capital goiana na madrugada deste sábado (28) e levados ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). O quadro deles é grave.

O acidente aconteceu na tarde de sexta-feira (27), próximo à comunidade de Barra Mansa, em São Felix do Xingu, sudeste do Pará. De acordo com a Polícia Civil, cinco pessoas estavam na aeronave, sendo que três morreram.

Os dois sobreviventes são moradores de Goiânia e, por isto, deixaram hospitais da cidade de Tucumã e vieram para tratamento especializado na capital goiana. Após as aeronaves deles chegarem ao Aeroporto Santa Genoveva, o Corpo de Bombeiros levou os feridos ao Hugol no helicóptero da corporação.

Sobreviventes são atendidos no Hugol, em Goiânia (Foto: Paula Resende/ G1) Sobreviventes são atendidos no Hugol, em Goiânia (Foto: Paula Resende/ G1)

Sobreviventes são atendidos no Hugol, em Goiânia (Foto: Paula Resende/ G1)

Segundo o último boletim médico divulgado neste sábado, o quadro de Cristiano é grave. Ele está internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedado e respira com ventilação mecânica

Robson também tem estado grave, mas, de acordo com a unidade de saúde, ele está consciente e respira espontaneamente.

Conforme a TV Anhanguera, o Corpo de Bombeiros afirmou que Cristiano teve 95% do corpo queimado e Robson, 40%. O Hugol não confirmou a informação.

Avião pega fogo após pouso forçado no sudeste do Pará (Foto: Reprodução / Polícia Civil) Avião pega fogo após pouso forçado no sudeste do Pará (Foto: Reprodução / Polícia Civil)

Avião pega fogo após pouso forçado no sudeste do Pará (Foto: Reprodução / Polícia Civil)

Acidente

A Polícia Civil do Pará informou que o avião partiu do aeroporto de Ourilândia do Norte, a cerca de 900 quilômetros da capital Belém, por volta das 13h30h de sexta-feira. Em pane durante o voo, o piloto teria realizado um pouso de emergência e a aeronave pegou fogo.

Morreram no acidente Victor Gabriel Tomaz, de 10 anos, Evandro Geraldo Rocha Reis, de 73 anos (copiloto), e José Gonçalves de Oliveira, de 72 anos. Segundo o Corpo de Bombeiros do Pará, algumas vítimas são da mesma família.

Outro avião partiu de Ourilândia para o local da queda em São Félix para resgatar os corpos (Foto: Wesley Costa) Outro avião partiu de Ourilândia para o local da queda em São Félix para resgatar os corpos (Foto: Wesley Costa)

Outro avião partiu de Ourilândia para o local da queda em São Félix para resgatar os corpos (Foto: Wesley Costa)

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

About Author

jornalcometa

jornalcometa

Related Articles

App Jornal Cometa