Neymar sai machucado e Brasil vence amistoso para Copa América

Atribulada com a acusação de estupro sofrida por Neymar, a seleção brasileira entrou em campo nesta quarta-feira (5) para o primeiro amistoso preparatório para a Copa América. Sem o camisa 10 pela maior parte do tempo (saiu machucado aos 15 minutos), o time venceu o Qatar por 2 a 0 no Mané Garrincha, em Brasília.PUBLICIDADE

Neymar sofreu duas entradas duras no tornozelo direito ainda nos primeiros minutos de partida. O jogador deixou o campo com uma bolsa de gelo no local dolorido, com cara de choro e amparado por médicos. A  comissão médica ainda não comentou a gravidade da lesão do jogador, mas confirmou que não se trata da antiga lesão no metatarso.

COSME: Neymar só suportou 19 minutos. Sofreu fortíssima torção

Fora de campo, Neymar viu a divulgação da sua briga com a modelo Najila Mendes, em um quarto de hotel em Paris, na França. A mulher acusou o jogador de agressão e estupro.

O primeiro gol da seleção brasileira saiu aos 16 minutos de jogo. Daniel Alves, o capitão do time no lugar justamente do seu ‘parça’, cruzou na medida para Richarlison vencer o goleiro Al-Sheeb. Aos 23 minutos, Gabriel Jesus recebeu passe de Richarlison para ampliar.

Depois da sonelenta etapa final, apesar dos gritos de Tite, o Qatar desperdiçou a chance de pela primeira vez marcar contra o Brasil. Nos acréscimos, Khoukhi perdeu um pênalti, que foi inclusive conferido no VAR por Jose Argote.

A seleção brasileira ainda enfenta Honduras, no domingo, na Arena do Grêmio, no último amistoso antes da Copa América. O time enfrenta a Bolívia na partida de abertura, em 14 deste mês, no Morumbi, em São Paulo, na primeira rodada do Grupo A. Depois, a equipe do técnico Tite enfrenta Venezuela (7) e Peru (13). A final acontece em 7 de julho, no Maracanã, no Rio.

PublicidadeFechar anúncio

BRASIL 2 X 0 QATAR

Estádio: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data/hora: 5/6/2019 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jose Argote (VEN) 
Auxiliares: Lubin Torrealba (VEN) e Franchescoly Chacón (VEN)
Renda/público: R$ 3.880.825,00/34.204 torcedores
Cartões amarelos: Casemiro (BRA) e Pedro Miguel, Madibo (QAT)

GOLS: Richarlison 16’/1ºT (1-0) e Gabriel Jesus 23’/1ºT (2-0)

BRASIL: Ederson, Daniel Alves (Éder Militão 34’/2ºT), Marquinhos, Miranda e Filipe Luís (Alex Sandro 30’/2ºT); Casemiro, Arthur (Fernandinho 20’/2ºT) e Philippe Coutinho (Lucas Paquetá 22’/2ºT); Richarlison (David Neres 17’/2ºT), Neymar (Everton 20’/1ºT) e Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

QATAR: Al-Sheeb, Pedro Miguel, Al Hajri, Khoukhi, Salman e Hassan (Ali Afif 37’/2ºT); Madibo, Haydos (Doozandeh 33’/2ºT) e Hatem (Abdulsalam 41’/2ºT); Akram Afif (Alaaeldin 42’/2ºT) e Almoez Ali. Técnico: Felix Sánchez.