Jornal Cometa

Homem é preso por estuprar e engravidar prima de 12 anos em Itumbiara

 Breaking News
  • Prefeitura em acão Realizamos hoje a cerimônia de Juramento à Bandeira Nacional com os jovens que foram dispensados da prestação do serviço militar. Fortalecer o sentimento de patriotismo e transmitir aos jovens a...
  • Planejamento Noite de segunda-feira em reunião com a equipe de governo, secretários e superintendentes. Em pauta uma avaliação das metas conquistadas e o planejamento para vencermos os desafios que temos pela...
  • Reforma do Hospital Municipal de Valparaíso vistoria que fizemos nas obras da reforma do Hospital Municipal de Valparaíso. Esta ação não apenas atenderá as exigências da Superintendência de Vigilância em Saúde, mas principalmente vai oferecer melhores...
  • Exclusivo: ‘Estamos resgatando a credibilidade da Prefeitura de Valparaíso perante a população’, afirma Pábio Mossoró Com apenas 37 anos, Pábio Correia Lopes tomou posse como prefeito de Valparaíso de Goiás, a cidade que é a sétima economia do estado goiano. Sua carreira política começou na...

Homem é preso por estuprar e engravidar prima de 12 anos em Itumbiara

Homem é preso por estuprar e engravidar prima de 12 anos em Itumbiara
07 julho
07:51 2017

Ele também mora na mesma rua que a vítima, que tem deficiência mental. Segundo a polícia, exame de DNA constatou que parente é o pai do bebê.

Homem é preso por estuprar prima de 12 anos em Itumbiara, Goiás (Foto: Divulgação/ Polícia Civil) Homem é preso por estuprar prima de 12 anos em Itumbiara, Goiás (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Homem é preso por estuprar prima de 12 anos em Itumbiara, Goiás (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Um homem de 50 anos foi preso nesta quinta-feira (6) por estuprar e engravidar uma prima de 12 anos, que é deficiente mental, em Itumbiara, no sul goiano. Segundo a Polícia Civil, ele nega o crime, mas o exame de DNA comprova que ele é o pai da recém-nascida.

Responsável pelo caso, a delegada Yvve de Melo Rocha explicou que os pais procuraram a polícia no fim do ano passado após descobrir a gravidez da adolescente. Como a menina possui a deficiência, ela tem dificuldade em se expressar e não conseguiu indicar o autor do abuso.

“Primeiro, ela apontou um colega da escola, mas vimos que era impossível porque fica o tempo toda com uma cuidadora. Depois, apontou outra pessoa da família que negou e se dispôs a dar o material genético. Ao ver o cerco se fechando, o autor verdadeiro confessou para alguém da família que poderia ser ele”, explicou a delegada.

Ao ser intimado, o homem negou em depoimento ter tido relações sexuais, mas confirmou ter cometido atos libidinosos e dispôs a fornecer material genético. Após o nascimento da criança, há 3 meses, a polícia colheu o material genético para o exame de DNA.

A delegada explicou que não é possível afirmar quantos abusos a adolescente sofreu. “Ele não confessa e a vítima não tem condição psicológica para apontar, mas acredito que tenha acontecido várias vezes até culminar na gravidez”, explicou.

Em relação ao local em que os abusos ocorriam, a polícia crê que aconteceram na casa da vítima, pois o suspeito mora na mesma rua. “A família suspeita que pode ter acontecido nos pequenos momentos em que a menina ficava sozinha para alguém ir à padaria, por exemplo, porque como ele mora próximo, via e ia até lá”, disse a delegada.

Após o pedido da polícia, a Justiça expediu o mandado de prisão preventiva. O homem foi levado ao Presídio de Sarandi e está à disposição do Poder Judiciário.

Quer saber mais notícias de todo o estado? Acesse o G1 Goiás.

About Author

jornalcometa

jornalcometa

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

App Jornal Cometa

Tópicos

Links Noticias