Em nota, Ministério da Agricultura diz que denúncias são ‘pontuais’ e inspeções, ‘eficientes’ – Jornal Cometa

Jornal Cometa

Em nota, Ministério da Agricultura diz que denúncias são ‘pontuais’ e inspeções, ‘eficientes’

 Breaking News

Em nota, Ministério da Agricultura diz que denúncias são ‘pontuais’ e inspeções, ‘eficientes’

Em nota, Ministério da Agricultura diz que denúncias são ‘pontuais’ e inspeções, ‘eficientes’
18 março
21:41 2017

nistério da Agricultura divulgou nota neste sábado (18) na qual diz que as denúncias que vieram à tona com a Operação Carne Fraca são “pontuais” e que o Serviço de Inspeção Federal é considerado um dos mais “eficientes e rigorosos do mundo”.

A Carne Fraca investiga fraudes em carnes produzidas por 21 frigoríficos vendidas no Brasil e no exterior. A operação atingiu algumas das principais empresas do setor.

Segundo a Polícia Federal, fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos. A investigação indica que eram usados produtos químicos para maquiar carne vencida, e água era injetada nos produtos para aumentar o peso.

“Alguns fatos pontuais começaram a ser investigados após denúncia de um servidor da área de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ao todo, 33 fiscais federais estão sob investigação e três plantas foram interditadas, enquanto outras 21 estão sob fiscalização especial”, diz trecho da nota.

“O Serviço de Inspeção Federal é considerado um dos mais eficientes e rigorosos do mundo. Tem um quadro de 2.300 servidores e inspeciona 4.837 unidades produtoras habilitadas para exportação para 160 países”, completa o documento.

A nota diz ainda que o sistema de proteção e fiscalização do Ministério está funcionando “plenamente” e serve de garantia ao consumidor “da qualidade dos produtos de origem agropecuária” no Brasil.

Receio

Nesta sexta (17), ao comentar a operação, o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, disse que, embora a carne brasileira esteja presente em cerca de 160 países, há “receio” de fechamento dos mercados dos Estados Unidos e da União Europeia.

Diante disso, acrescentou Novacki, o governo definiu argumentos “mais que contundentes” para rebater “qualquer tipo de suposição” sobre a qualidade da carne.

Medidas

O presidente da República, Michel Temer, convocou uma reunião emergencial para este domingo (19), no Palácio do Planalto, para discutir medidas contra a crise da carne. Participarão do encontro o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e representantes do setor agropecuário.

Na próxima semana técnicos do Ministério vão se reunir com representantes da União Europeia para esclarecer os fatos revelados pela Carne Fraca. Temer também deve tratar do assunto com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante ligação telefônica neste sábado.

Além disso, na próxima segunda-feira (20), o Ministério da Agricultura informou que Temer e Maggi vão receber, também no Palácio do Planalto, embaixadores de países importadores da carne produzida no Brasil.

Bloqueio

O Banco Central informou neste sábado à Justiça Federal que foram bloqueados pouco mais de R$ 2 milhões das contas de 46 pessoas investigadas na Operação Carne Fraca.

A Justiça Federal havia determinado à instituição financeira que fossem bloqueados até R$ 1 bilhão das contas de cada um dos envolvidos. Não significa necessariamente que cada um dos investigados tenha R$ 1 bilhão. Este é um teto estipulado pela Justiça.

Nota

Veja a íntegra da nota do Ministério da Agricultura:

Sobre os fatos investigados na Operação Carne Fraca da Polícia Federal, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil esclarece:

1. O Serviço de Inspeção Federal é considerado um dos mais eficientes e rigorosos do mundo. Tem um quadro de 2.300 servidores e inspeciona 4.837 unidades produtoras habilitadas para exportação para 160 países. Foi com este Serviço que construímos uma reputação de excelência na agropecuária e conseguimos atender às exigências rigorosas de diferentes nações.

2. Alguns fatos pontuais começaram a ser investigados após denúncia de um servidor da área de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ao todo, 33 fiscais federais estão sob investigação e três plantas foram interditadas, enquanto outras 21 estão sob fiscalização especial.

3. O governo brasileiro, através dos seus serviços de fiscalização, da Polícia Federal e outros órgãos de controle cumpre seu papel de garantir a qualidade e sanidade, tanto dos produtos alimentícios destinados ao mercado externo quanto ao mercado interno, sejam de origem animal ou vegetal.

4. A investigação da Polícia Federal e a pronta reação das nossas autoridades do Ministério da Agricultura são a maior prova de que nosso sistema de proteção e fiscalização está alerta e funcionando plenamente e servem como garantia ao consumidor da qualidade dos produtos de origem agropecuária de nosso país.

About Author

jornalcometa

jornalcometa

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

App Jornal Cometa