Jornal Cometa

EUA dizem que estão prontos para ‘fazer mais’ na Síria: ‘Mas esperamos que não seja necessário’

 Breaking News

EUA dizem que estão prontos para ‘fazer mais’ na Síria: ‘Mas esperamos que não seja necessário’

EUA dizem que estão prontos para ‘fazer mais’ na Síria: ‘Mas esperamos que não seja necessário’
07 abril
21:27 2017

embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou nesta sexta-feira (7), que o bombardeio que o país fez a uma base aérea na Síria nesta quinta-feira (6) foi “totalmente justificado”, informou a Reuters. Ela participa de uma reunião no Conselho na sede da entidade, em Nova York.

“Nós estamos preparados para fazer mais, mas esperamos que não seja necessário”, afirmou Nikki Haley, de acordo com a agência de notícias. “Os Estados Unidos não vão concordar que armas químicas sejam utilizadas. É nosso interesse vital de segurança nacional prevenir o uso e a disseminação de armas químicas.”

Como justificativa para a ação desta quinta, o presidente americano, Donald Trump, afirmou que o ataque químico que deixou mais de 80 mortos nesta semana havia partido justamente da base aérea bombardeada, perto da cidade de Homs.

Decisão de Trump

O presidente americano responsabiliza o presidente sírio, Bashar al-Assad, pelo ataque com armas químicas e pediu o apoio de países aliados.

“Pedi a todas as nações civilizadas que se unissem a nós, buscando acabar com o massacre e o derramamento de sangue na Síria. Anos de tentativas anteriores de mudar o comportamento de Assad falharam, e falharam muito dramaticamente”, afirmou Donald Trump.

O Pentágono informou que as forças da Rússia que atuam na Síria foram comunicadas sobre o ataque com antecedência e que setores da base onde havia russos foram evitados e não foram atingidos.

Bombardeio à Síria

Os Estados Unidos lançaram 59 mísseis Tomahawk contra uma base aérea na Síria na noite desta quinta. Os mísseis atingiram a base de Al Shayrat, perto de Homs, por volta das 21h40 (hora de Brasília), 4h40 na hora local da Síria.

O porta-voz do Pentágono, Jeff Davis, disse que os mísseis foram lançados dos destróieres USS Porter e USS Ross contra “aeronaves, abrigos de aviões, áreas de armazenamento de combustível, logística e munição, sistema de defesa aérea e radares”.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), de oposição a Assad, informou que a base síria bombardeada foi “quase” totalmente destruída.

Menos de 3 horas após o lançamento dos Tomahawk, o Pentágono divulgou vídeo dos projéteis subindo ao céu:

About Author

jornalcometa

jornalcometa

Related Articles

0 Comments

No Comments Yet!

There are no comments at the moment, do you want to add one?

Write a comment

Write a Comment

Tópicos

Links Noticias